Tags

Caro Joseph,

 

O que nos difere? Essa é uma questão que à anos paira sobre os meus devaneios, e, que talvez eu nunca ache uma resposta. Realmente, acho incrivel como as pessoas ignoram essas perguntas, mas isso explica viver em um mundo onde muitas pessoas morrem e apenas algumas conseguem viver. A ciência diz ter respondido tal questão, mas somos mais do que genética, somos carater, personalidade, ódio, tristeza, amor e alegrias, somos tanto em tão pouco, que nos tornamos perguntas sem respostas.

Joseph, não sei se você se recorda da nossa professora de história do colegial, mas uma vez ela disse que se sabemos de algo devemos repassar, parece simples, mas é uma das coisas mais importantes que já aprendi. Tudo que fazemos nessa vida é alguma forma de herança, para os nossos amigos deixamos nossa felicidade, que um dia virará saudade, e, para a humanidade temos que deixar o nosso conhecimento, para quem sabe um dia tornar a vida das pessoas melhor. Não sei se estou sendo claro, pois quero ser mais abrangente, enfim, o que nos difere é a nosso conhecimento, nossa educação.

Ser educado, é muito mais do que tratar as pessoas bem, resolver contas ou saber os nomes dos presidentes do seu país, é conhecer as nossas diferenças e ter humildade para aceita-las, e, é claro valores como esse não aprendemos sós. Tudo começa com o engatinhar que vira passos desequilibrados, passamos pelo primeiro dia de escola, o primeiro beijo, o resultado do vestibular, as lições da vida e de sala de aula, tudo isso vai nos diferenciando. Álias, o que fazemos com esse conhecimento, nos tornam pessoas melhores, e, é por isso que vejo doutores que não sabem de quase nada, e velhinhos, como o senhor Adamastor da padaria, cheios de sabedoria.

Eu defendo veementemente que a educação é a maneira mais autêntica de ascensão na sociedade. Quando você vê nomes como: Einstein, Da Vinci, Copernico, Joana d’Arc, Mandela e Gonçalves Dias, qual é a primeira coisa que lhe vem a cabeça? A cor da pele, opção sexual, riqueza financeira, ou a vasta herança de conhecimento, lutas, poesia, o exemplo que nos fortalece para seguir, talvez seja apenas minhas divagações, mas gostaria muito de saber o que você pensa sobre as minhas palavras. Antes que eu me esqueça, tenho que te dizer que fico impressionado com as histórias de vida, que ouço todas as tardes, são tantas e tão belas ao mesmo tempo, só que ninguém se preocupa, ultimamente somos o que temos, não o que somos. Joseph, cheguei a conclusão que todos somos incriveis, mesmo singelos, “mas, se você julgar um peixe por sua capacidade de subir em uma árvore, ela vai gastar toda a sua vida acreditando que ele é estúpido.”

Escrevi tanto, mas acho que não soube dizer nada, na proxima semana te escreverei novamente, e arrume o quarto de visitas, as festas de fim de ano estão chegando, e aqui onde estou e meio vazio nessa data.

Abraços Shttuart Hoannys                                                                                        Imagem

Anúncios